quinta-feira, 22 de julho de 2010


À minha mãe, minha flor, minha luz...



Nessas tardes...
Levo uma flor, e uma chama.
E te chamos, e volto com cheiro de rosa pra iluminar minha vida. Essa vida que não é só minha.

2 comentários:

Poeta del Cielo disse...

Lindo aquel sentir de um mae....un perfume que e pra sempre...

abracos
linda semana

Ivanubia disse...

MInha mãe que sempre foi a mais cheirosa, a mais amavel, a mais bela...ela se foi, mais permanece aqui! pois a sinto todos os dias....nas ações diarias, e nas noites de solidão!!
É essa presença que me conforta!

acredito que estas aqui, junto de mim, junto de nos!!

te amo eternamente!!!

adorei o texto minha irmã!!